Início > Freguesia > Caracterização
Caracterização

Concelho

Ourém

Área 

71,29 km²

População

11 788 hab. (censos 2011)

Densidade

144,5 hab./km²

Orago

Nossa Senhora dos Prazeres



Principais Actividades Económicas:
Indústria (maioritariamente indústria hoteleira), indústria transformadora (mármores, madeiras), construção civil, comércio e serviços. Sendo um dos grandes cartões de visita do turismo nacional, Fátima recebe anualmente um montante superior a quatro milhões de visitantes (peregrinação e turismo);

 

 

Localidades que fazem parte da Freguesia de Fátima:

Cidade de Fátima: Cova da Iria, Fátima-Sede, Moita Redonda, Aljustrel, Casa Velha, Moimento, Eira da Pedra.

Restante Freguesia: Alveijar, Amoreira, Boleiros, Casal Farto, Casal de Santa Maria, Casalinho, Chã, Gaiola, Gisteira, Lomba, Lombo d´Ègua, Lameira, Maxieira, Moitas, Montelo, Ortiga, Pederneira, Pedreira, Poço de Soudo, Ramila, Vale de Cavalos, Vale de Porto, Valinho de Fátima.

 

Fátima é uma cidade que pertence ao concelho de  Ourém, situada em pleno Maciço Calcário Estremenho, nos contrafortes da Serra de Aire, a cerca de 300 metros acima do nível do mar. O seu clima é caracterizado por alta pluviosidade (cerca de 1.400 mm de média anual), verões quentes e secos.

As formações das Serras de Aire e Candeeiros conferem-lhe uma paisagem árida, um solo rochoso e calcário onde só a azinheira, o carvalho português, o medronheiro, o sanguinho ou zanguinho, a figueira e a oliveira, conseguem resistir às condições adversas que o clima e território apresentam.

Existe o regime de minifúndio (cerrado) - courelas delimitadas por paredes de pedra solta. Podem ver-se ainda outras formações naturais, típicas da região: dolinas, uvalas, polje (Polje de Minde - Mata).

A sua estrutura tipicamente cársica determina a existência de algares, grutas com estalactites e estalagmites, bem assim como campos de lapiez.

 

A Freguesia de Fátima foi fundada em 1568, após a sua desagregação da Colegiada de Ourém. Até 1917, Fátima era uma aldeia desconhecida que nasceu num descampado, voltada para a pastorícia e para a agricultura de sequeiro. Tornou-se mundialmente conhecida pelas aparições marianas aos três pastorinhos (Lúcia, Francisco Marto e Jacinta Marto) que aí tiveram lugar entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917. A cerca de um quilómetro de Fátima, fica Aljustrel, a pequena aldeia onde nasceram os três pastorinhos. Para ocidente, próximo de Aljustrel, ergue-se a Loca do Cabeço, minúsculo aglomerado de rochas onde, em 1916, o Anjo apareceu, duas vezes, aos três pastorinhos.

 





 

 


Dois quilómetros a oeste de Fátima, estende-se uma das muitas depressões chamada Cova da Iria, o lugar onde Nossa Senhora apareceu cinco vezes aos videntes. Noutro pequeno vale chamado Valinhos, entre Aljustrel e a Loca do Cabeço, fica o sítio, onde a Virgem apareceu também uma vez.

A construção do Santuário de Fátima trouxe desenvolvimento ao local, logrando ser elevada a cidade em 12 de Julho de 1997. Actualmente, houve um movimento na freguesia, movido pelo sector económico desejando a criação de um município autónomo do de Ourém. No entanto, o projecto de criação do dito concelho, liderado pelo engenheiro Júlio Silva (ex-presidente da Junta de Freguesia), foi vetado em Julho de 2003 pelo Presidente da República Jorge Sampaio, o que não causou na altura grande discordia por parte da população.





« voltar  |  topo